Downloads e sites para telemóveis se salvaram da lei “anti-otaku”


Segundo a Daily Gendai via Yaraon!, Gigazine, animeanime.biz, a apelidada lei “anti-otaku” ou “lei 156″ já por nós aqui discutida não se aplica aos dados electrónicos tal como sites para telemóveis ou downloads.

Segundo o Daily Gendai via fonte no governo metropolitano de Tóquio a lei apenas se aplica a publicações como por exemplo: mangas, livros, CDs, DVDs, etc… já que os dados electrónicos não estão sujeitos às restrições da lei 156 pois têm cláusulas separadas no que toca ao acesso de dados por menores de 18 anos.

Segundo a ANN, a Associação de Animação Japonesa (AJA) que representa 59 estúdios de animação e produtoras lançou um comunicado onde critica a lei por ser demasiado vaga e expressa dúvidas sobre a constitucionalidade da lei, pois esta condiciona a liberdade de expressão garantida na constituição japonesa. A AJA afirma também que é “extremamente lamentável” não ter sido consultada aquando da elaboração da lei uma vez que esta se aplica à indústria de animação.

A AJA revelou também que vários grupos como o Comic 10-Shakai (grupo de 10 editores manga incluindo Shueisha, Shogakukan, Kodansha) já manifestaram a sua oposição à lei e que vão boicotar a Tokyo International Anime Fair 2011 que é organizada pela AJA. A Shueisha também já revelou que não vai autorizar a exibição de franchises suas no evento (Naruto, One Piece, etc…).

~ por Kyon Entediado em 06/01/2011.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: